IMPACTO DE OFICINAS DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR NO PERFIL NUTRICIONAL DE CRIANÇAS INSERIDAS NO PROGRAMA ESCOLA INTEGRADA

Viviane Ferreira Zanirati, Danielle Vasconcelos de Paula, Lucila Pires Botelho, Aline Cristine Souza Lopes, Luana Caroline dos Santos

Resumo


Objetivo: Avaliar o impacto de oficinas de educação alimentar no perfil nutricional de crianças inseridas no Programa Escola Integrada (EI), comparando com alunos da Escola Tradicional (ET). Material e métodos: Foram coletados dados antropométricos, socioeconômicos, demográficos e de consumo alimentar de crianças (6-10 anos) participantes da EI e ET de uma Escola Municipal de Belo Horizonte, sendo a intervenção nutricional desenvolvida somente  entre os alunos da EI. Resultados: Foram avaliados 115 indivíduos, identificando-se 27,6% de excesso de peso entre as crianças da EI e 18,2% na ET (p=0,72). Destaca-se que o jantar foi a única refeição em que não foram observadas diferenças significativas dos alimentos consumidos entre os grupos. Uma alteração verificada para os alunos da EI, após a intervenção, foi o aumento da ingestão de suco de frutas (p=0,01) no almoço. Conclusão: As oficinas apresentaram papel importante na alimentação dos escolares, sendo, porém, necessário maior tempo de intervenção para que os resultados sejam mais efetivos.


Palavras-chave


Antropometria, Consumo Alimentar, Criança, Educação Alimentar e Nutricional

Texto completo:

PDF