A integralidade e humanização no atendimento prestado pelos serviços de saúde

Elizabete Bessa Santos, Paula Dias Bevilacqua

Resumo


A assimilação da integralidade nos serviços e práticas de saúde promove a identificação dos agravos da demanda local e garante acesso a todos os níveis de atenção. Nesse sentido, uma abordagem profissional mais humanizada, valorizando o outro e considerando sua subjetividade, pode garantir resultados mais eficientes no tratamento das doenças. Através de uma pesquisa de natureza exploratória, procurou-se identificar quais as representações que prevalecem entre usuários e profissionais de saúde quanto aos princípios da Integralidade e Humanização no atendimento. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e observação direta. O campo empírico compreendeu a região de abrangência do Programa Saúde da Família de um bairro da periferia, no município de Viçosa-MG. Evidenciou-se a existência de uma relação profissional/usuário distanciada e a necessidade de maior conscientização da população sobre a importância da prevenção. A integralidade e humanização incorporam o papel educativo das ações em saúde, de forma participativa, dialógica, com práticas e saberes locais.


Palavras-chave


serviços de saúde, humanização, Programa Saúde da Família, prevenção

Texto completo:

PDF