Acolhimento em uma Unidade Básica de Saúde: Perfil dos Pacientes, Queixas Apresentadas e Conduta dos Profissionais de Saúde

Dayane Maia Costa Cabral, Alyne Martins Henrique, Eduardo Sawaya Botelho Bracher, José Ricardo de Mello Brandão

Resumo


Objetivo: Conhecer o perfil dos usuários que procuram o acolhimento em uma Unidade Básica de Saúde. Identificar as queixas apresentadas pelos usuários e a forma de condução dos casos pelos profissionais de saúde. Metodologia: Foram entrevistados todos os usuários que procuraram acolhimento de janeiro a março de 2007. Foram verificados dados sociodemográficos e o motivo de procura ao acolhimento. Os prontuários foram consultados, registrando o profissional responsável pelo atendimento, diagnóstico e conduta. Resultados: 1.061 participantes foram entrevistados, com predomínio de mulheres, pessoas casadas, com ensino fundamental incompleto e idade entre 21 e 60 anos. Alterações respiratórias foram relatadas por 21% dos participantes, seguindo-se queixas de dor (20%). A maioria (60%) foi atendida por médicos e medicamentos foram prescritos para 86% dos usuários. Hipóteses diagnósticas foram registradas em 24% dos prontuários. Conclusão: A dor foi o principal motivo de busca pelo acolhimento, seguindo-se queixas respiratórias. A maioria dos usuários foi submetida a avaliação médica e o tratamento medicamentoso foi a conduta mais frequente. 


Palavras-chave


Programa Saúde da Família; acolhimento; centros de saúde; prática profissional.

Texto completo:

PDF