A EXPERIÊNCIA DE OFICINAS EDUCATIVAS COM IDOSOS: (RE) PENSANDO PRÁTICAS À LUZ DO PENSAMENTO FREIREANO

Erica Toledo Mendonça, Lilian Fernandes Aryal Aires, Marilane Oliveira Amaro, Tiago Ricardo Moreira, Bruno David Henriques, Ligiane Copati Almeida, Jessika Afonso Castro, Violeta Campolina Fernandes, Lídia Miranda Brinati

Resumo


Trata-se de um relato de experiência sobre a realização de oficinas educativas com idosos vinculadas ao projeto de extensão “Feliz idade e o desafio da longevidade: promovendo o envelhecimento saudável e prevenindo agravos à saúde no Programa Municipal da Terceira Idade”, que abordou a temática do uso de medicamentos, desenvolvido pelos discentes e docentes do curso de Enfermagem da Universidade Federal de Viçosa, MG. As oficinas são estratégias terapêuticas que assumem uma importância basilar no contexto dos serviços de saúde, constituindo importante instrumento de solidificação das relações de convívio e edificação do conhecimento acerca do processo saúde-doença. Objetivo: relatar uma experiência de trabalho junto aos idosos e subsidiar uma reflexão teórico-crítica acerca da prática das oficinas como estratégia de educação em saúde, à luz do pensamento freireano. Observou-se que o espaço dialógico possibilitado pelas oficinas permitiu a interação entre o grupo, a expressão de vivências e desmitificação de idéias/conceitos acerca do uso de medicamentos.


Palavras-chave


idoso; oficina; promoção da saúde; educação em saúde.

Texto completo:

PDF