A TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO NO ÂMBITO DA ENFERMAGEM E DA ATENÇÃO BÁSICA

Isabelle Campos de Azevedo, Quintila Garcia Santos, Luana Dantas Vale, Flávio Pereira de Medeiros, Ismael de Mendonça Azevedo, Cecília Nogueira Valença

Resumo


Objetivo: relatar a experiência vivenciada durante uma atividade denominada captação da realidade de uma unidade básica de saúde da família à luz da teoria clássica da administração. Método: a atividade decorreu da disciplina Processo Gerenciar da Enfermagem, ministrada no quinto período do curso de Graduação em Enfermagem - UERN. Foi realizada em setembro de 2010 em uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do município de Caicó/RN, lançando-se mão da observação, de roteiro norteador baseado no referencial metodológico de Egry e de conversas com profissionais da UBSF. Resultados: no espaço da referida UBSF, é possível identificar diversas características da Teoria Clássica. No entanto, certas características da teoria que poderiam contribuir positivamente com o funcionamento da unidade não foram observadas. Conclusão: a captação da realidade proporcionou ao estudante de enfermagem a oportunidade de perceber aspectos práticos da teoria clássica da administração nos serviços de saúde e no âmbito da equipe de enfermagem.

Palavras-chave


administração; enfermagem; gerência; saúde coletiva

Texto completo:

PDF