AVALIAÇÃO DA SAÚDE FÍSICA EM USUÁRIOS PRATICANTES DE LIAN GONG EM 18 TERAPIAS EM UMA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA DO DISTRITO FEDERAL-DF

Débora Aparecida de Oliveira Leão, Silvia Caixeta de Andrade, Bárbara de Caldas Melo, Kamila Vieira Silva, Andréa Maria da Silva Guimarães, Georgiana Pontes Paulo

Resumo


O Ministério da Saúde, ao considerar a necessidade de incentivo à formação profissional nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) com perfil adequado às necessidades do Sistema Único de Saúde – SUS, instituiu em 2008 o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde). Por meio da inserção do Pet-Saúde no âmbito da Estratégia Saúde da Família (ESF), este estudo objetivou avaliar os aspectos físicos em usuários praticantes de Lian Gong em 18 terapias em uma UBS no Distrito Federal. Trata-se de um estudoquali-quantitativo, prospectivo, tipo antes/depois, realizado de 04/2010 a 03/2012, por amostragem de conveniência, com três etapas: avaliação sócio-demográfica; aplicação do questionário SF-36 antes e após seis meses de prática; e realização de grupo focal, com análise descritiva da transcrição pela metodologia de Bardin. A análise quantitativa utilizou o programa SPSS. A amostra consta de 11 usuárias, com média de 58 anos, que foram avaliadas em dois domínios referentes à saúde física. Foi evidenciado após seis meses melhora nos domínios Dor e aspectos físicos do SF-36, sendo o último com 100% de positividade. O Lian Gong é uma atividade de grande eficácia, fácil aprendizado e execução, baixo custo e alto impacto na melhoria da qualidade de vida e saúde dos indivíduos e da coletividade.

Palavras-chave


Qualidade de Vida; Programa Saúde da Família; Terapias Complementares;

Texto completo:

PDF