A EXPERIÊNCIA DA AVALIAÇÃO DA GESTÃO DA ATENÇÃO BÁSICA EM SANTA CATARINA: CONSTRUÇÃO, DESENVOLVIMENTO E QUATRO ANOS DE APLICAÇÃO

Daniela Alba Nickel, Sonia Natal, Maria Cristina Marino Calvo

Resumo


A descrição do desenvolvimento do modelo de avaliação, concomitante ao processo de formação e desenvolvimento de capacidade institucional em monitoramento e avaliação no estado de Santa Catarina, foi realizada utilizando como fonte os relatórios parciais e finais das atividades do centro colaborador, trabalhos científicos já publicados a respeito da Avaliação da gestão da atenção básica em Santa Catarina. Três aspectos norteiam o relato: concepção teórica do modelo de avaliação; aplicação da avaliação; e desenvolvimento da capacidade em monitoramento e avaliação. Verificou-se que a experiência trouxe a oportunidade de conciliar o trabalho das instituições de ensino e pesquisa e das secretarias estaduais e municipais de saúde, abrindo caminho para futuras parcerias e reafirmando o papel da pesquisa no desenvolvimento de ferramentas aplicadas à prática da gestão em saúde. A série de aplicações anuais da avaliação foi resultado da inclusão de atores institucionais da Secretaria de Estado da Saúde no processo de desenvolvimento do modelo. Ações como premiação aos municípios com melhores desempenhos na avaliação e a ampla divulgação por web site, seminários e encontros de gestores favoreceram a retroalimentação dos resultados e a valorização do processo avaliativo pela gestão estadual e municipal. Os limites identificados foram a dificuldade de adaptação aos novos instrumentos de gestão e o estímulo à formação e capacitação verificado pelo número de desistências nos cursos oferecidos.

Palavras-chave


Avaliação em saúde; Gestão em saúde; Atenção primária à saúde

Texto completo:

PDF