ATENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM DUAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE EM UM MUNICÍPIO DO RIO GRANDE DO NORTE: UM CONTATO HUMANIZADO

Marcello Barbosa Otoni Gonçalves Guedes, Bartolomeu Fagundes de Lima Filho, Helder Viana Pinheiro, Johnnatas Mikael Lopes, Clécio Gabriel Souza

Resumo


Introdução: A busca pela qualidade de vida e por um paciente ativo permeou as realidades fisioterapêuticas em todos os aspectos. Ainda, a promoção e a prevenção deixaram de ser coadjuvantes e adentraram fielmente nos atendimentos de base da fisioterapia na atenção primária. Visto isso, o objetivo deste trabalho é relatar as experiências vividas por graduandos e professores de graduação em Fisioterapia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN/FACISA) na disciplina aplicada de Atenção Fisioterapêutica em Cardiologia e Pneumologia e ainda de promover o enfoque da fisioterapia na vida da comunidade. Desenvolvimento: as atividades foram realizadas na escola, com professores (motivacional e dinamizado) e estudantes (lúdico e participativo), e na unidade básica de saúde na sala de espera (palestras educativas) e com os agentes comunitários de saúde (capacitação e importância do trabalho em grupo). Ainda foram realizadas atividades em praça pública (prática de pressão arterial e glicemia) e promovidos atendimentos domiciliares ao longo da disciplina. Conclusão: a fisioterapia se insere integralmente na atenção básica com políticas principais de promoção de qualidade de vida e prevenção de agravos. Para tanto, faz-se necessário um atendimento humanizado e global, garantindo todos os pilares de construção do SUS.

Palavras-chave


Atenção primária à saúde, Sistema Único de Saúde, Centros de Saúde

Texto completo:

PDF