ACESSO DE PRIMEIRO CONTATO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: REVISÃO INTEGRATIVA

Adalvane Nobres Damaceno, Danieli Bandeira, Namir Hodali, Teresinha Heck Weiller

Resumo


No Brasil, foi com o movimento da reforma sanitária, que desencadeou na criação do Sistema Único de Saúde, em particular a partir do final dos anos 1980, quando os municípios assumiram progressivamente a prestação de cuidados básicos e pautando o acesso aos serviços de saúde como universal aos cidadãos. A presente investigação é uma revisão integrativa que teve como objetivo identificar quais as evidências científicas acerca do atributo essencial acesso de primeiro contato na Atenção Primária à Saúde. Para a seleção dos artigos utilizou-se três bases de dados, LILACS, PubMed e SCOPUS e a amostra desta revisão constituiu-se de 22 artigos. O acesso aos serviços de saúde tem sido relatado como um dos principais desafios e problemas relacionados à assistência. Assim, com o fortalecimento das políticas da APS será possível resolver problemas de gestão, de recursos financeiros e humanos e, sobretudo, o acesso a rede de serviços.


Palavras-chave


Acesso aos serviços de Saúde; Qualidade, acesso e avaliação da assistência à saúde; Atenção Primária à Saúde, Enfermagem.

Texto completo:

PDF