PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS INSULINO DEPENDENTES NÃO CONTROLADOS QUANTO AO TRATAMENTO PARA O DIABETES MELLITUS TIPO 2

Camila Ruszkovski Marques

Resumo


 

O Brasil acompanha desde a década de sessenta o crescente envelhecimento populacional e o aumento da incidência das doenças crônicas não transmissíveis, dentre elas o diabetes mellitus (DM), que se caracteriza por uma disfunção crônica no metabolismo do indivíduo que não produz ou tem uma diminuída produção de insulina. Avaliar a percepção do paciente insulino dependente não controlado de uma unidade básica de saúde quanto aos cuidados necessários com a doença diabetes mellitus do tipo 2. Pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória realizada em uma Unidade de Saúde, no período de Abril de 2014 a Junho de 2014 com 24 pacientes insulino dependentes com a glicemia não controlada. Encontrou-se com o estudo a falta de clareza a respeito da doença e de que cuidados como armazenamento dos insumos, rodízio dos locais de aplicação, tipos de seringas, cuidados com os pés, alterações como lipodistrofia, monitorização da glicemia capilar, homogeneização da insulina, atividade física, alimentação, entre outros, ainda é frágil, visto que o contato com o serviço de saúde acaba sendo por outros motivos que não de uma consulta de enfermagem regular para se trabalhar o autocuidado de maneira geral associado às doenças crônicas não transmissíveis. Concluiu-se com este estudo a importância da consulta de enfermagem quando se trata do autocuidado às doenças crônicas, pois o autocuidado é a chave para que se consiga prevenir e promover saúde à população, sendo assim observa-se a importância da Atenção Básica neste processo. Observou-se que o trabalho de educação em saúde para diabetes mellitus existe, mas ainda encontra-se frágil, sendo ainda mais observado o trabalhado com o autocuidado de pacientes diabéticos em ambulatórios de especialidades de grandes hospitais.

Palavras-Chave: Diabetes mellitus; autocuidado; enfermagem


Palavras-chave


Diabetes mellitus; autocuidado; enfermagem

Texto completo:

PDF