A INTEGRAÇÃO ENSINO-SERVIÇO EM ODONTOLOGIA: UMA EXPERIÊNCIA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE NO MUNICÍPIO DE SOBRAL, CEARÁ

Jacques Antonio Cavalcante Maciel, Maristela Inês Osawa Vasconcelos, Igor Iuco Castro-Silva, Ana Karine Macedo Teixeira, Mariana Ramalho de Farias, Maria Veraci Oliveira Queiroz

Resumo


Parcerias entre instituições de ensino e serviços de saúde buscam minimizar as dificuldades de integração do cirurgião-dentista na Atenção Primária. Este relato de experiência descreve a trajetória de dez anos em Saúde Coletiva do curso de Odontologia da Universidade Federal do Ceará e sua interface com o Sistema Único de Saúde da cidade de Sobral para a formação do profissional egresso, baseado nas vivências de discentes e docentes e no projeto pedagógico. O ensino modular enfatiza a promoção de saúde, considerando as diversidades sociais e usa metodologias ativas em cenários diversificados, como escolas, comunidade, espaços sociais e domicílios. Há beneficiamento para ampliação da dimensão sanitária e interdisciplinaridade nas atividades multiprofissionais, sem negligenciar abordagens específicas do curso. O principal desafio da Saúde Coletiva é promover a integração curricular. Diante da hegemonia clínico-mecanicista na formação em Odontologia, um cenário de ensino em serviço é potencializador desta superação, pelo despertar de reflexões das práticas, diálogo de saberes e educação transformadora.

Palavras-chave


Ensino; Odontologia; Atenção Primária à Saúde.

Texto completo:

PDF