ITINERÁRIOS TERAPÊUTICOS DE PESSOAS COM CÂNCER: PRODUÇÃO CIENTÍFICA NO BRASIL

Daniela Arruda Soares, Edirlei Machado dos Santos, Isabela Soares Arruda

Resumo


Embora recentes no Brasil, estudos na área de itinerários terapêuticos e oncologia permitem compreender dimensões cognitivas e interpretativas relativas aos processos de adoecimento, cura e tratamento dos indivíduos com câncer, assim como os desafios em relação às redes de cuidado, serviços e agentes de cuidado à saúde. Objetivou-se mapear a produção científica nacional nos últimos 15 anos acerca dos itinerários terapêuticos no cuidado à saúde de pessoas com câncer. A coleta de dados ocorreu em três meses, por meio de consulta a Biblioteca Virtual de Saúde. A amostra resultou em 8 artigos. Relativo à abrangência do conceito de itinerário terapêutico utilizado nos estudos, a maior parte considerou todas as práticas implicadas com os subsistemas de saúde, os demais restringiram-se as práticas relacionadas a cuidados de saúde ao sistema de saúde formal. O núcleo de interesse predominante referiu-se às percepções e comportamentos do paciente sobre a doença e tratamento, os demais voltados para acesso e organização dos serviços de saúde e para a satisfação na utilização destes. O estudo sobre itinerários terapêuticos e câncer, pode potencializar a compreensão de comportamentos relacionados aos cuidados em saúde de pessoas com esta doença e configurar-se como instrumento para melhorar a assistência oncológica.


Palavras-chave


Comportamento de procura de cuidados de saúde; Câncer; Saúde

Texto completo:

PDF