ANÁLISE DE DESEMPENHO DOS TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

Rayane Liziero da Costa, Sarah Lamas Vidal, Kelli Borges Santos, Elisa de Oliveira Marsicano, Angélica da Conceição Oliveira Coelho

Resumo


A avaliação de serviço e desempenho é uma estratégia essencial em todo o sistema de saúde, uma vez que, permite identificar fragilidades e pontos positivos da assistência. Além disso, é necessária para o planejamento das ações e estratégias de intervenções. O presente estudo teve como objetivo avaliar se os técnicos e auxiliares de enfermagem desempenham suas atribuições de acordo com o que é estabelecido pela Atenção Primária à Saúde. Trata-se de uma pesquisa quantitativa de caráter avaliativo. Os dados foram coletados por meio da aplicação do instrumento de avaliação da atenção primária Primary Care Assessment Tool – Brasil, versão profissionais. Participaram do estudo 87 técnicos e 3 auxiliares de enfermagem que atuam na Atenção Primária à Saúde (APS) do município de Juiz de Fora.  Foram atribuídos escores geral, essencial e derivado, para cada atributo da APS (acessibilidade, longitudinalidade, coordenação, integralidade, orientação familiar e orientação comunitária). Os escores médios iguais ou maiores que 6,6 correspondem à alta orientação dos Técnicos e Auxiliares de enfermagem para a APS. Em relação aos escores geral e essencial, os resultados indicaram baixa orientação no desempenho dos técnicos e auxiliares de enfermagem para a APS. Diferente do escore derivado que obteve um resultado altamente orientado do serviço para a APS. O estudo mostrou que as fragilidades estão relacionadas, principalmente, aos aspectos estruturais e processuais dos serviços. Conclui-se que os técnicos e auxiliares de enfermagem desenvolvem suas atividades de acordo com os atributos derivados da APS, mas não com os considerados essenciais. 


Palavras-chave


Enfermagem; Avaliação de Desempenho Profissional; Atenção Primária à Saúde.

Texto completo:

PDF