A INVISIBILIDADE DO HOMEM NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

Guilherme de Souza Chandretti, Amanda Vieira Rocha Rodrigues, Patrícia Oliveira da Fonseca, Ully Carraca Soares, Paula Carolina de Souza Chandretti

Resumo


A Atenção Primária à Saúde (APS) é a principal porta de entrada para o sistema de saúde, embora essa não seja a realidade para grande parte do sexo masculino. De maneira geral, os homens foram habituados a evitar o contato com os espaços da saúde, como as unidades de saúde pública, o que foi motivo de orgulho deter a invulnerabilidade. Avessos à prevenção e ao autocuidado, é rotineiro que os homens protelem a procura do atendimento, o que causa agravamento dos casos de saúde e gera maiores despesas para eles e para o sistema de saúde. Objetivos: Abordar os valores sociais que influenciam o comportamento dos homens quanto ao cuidado e à busca de assistência à saúde.

Texto completo:

PDF