AMPLIANDO A ATENÇÃO À SAÚDE PELA VALORIZAÇÃO DAS REDES SOCIAIS NAS PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE

Kátia Sueli Queiroz Silva Ribeiro

Resumo


A rede social pessoal é constituída por pessoas que convivem
com o sujeito em sua realidade cotidiana e que
são acessíveis ao contato. Essa rede assume importância
fundamental na vida dos sujeitos das classes populares,
levando à necessidade de que os profissionais que atuam
nos serviços de atenção básica recorram ao apoio dessas
redes. As práticas de Educação Popular costumam incluir
estes atores. Este estudo propõe-se a analisar o significado
da valorização das redes sociais pessoais na prática de
Educação Popular em Saúde, incentivando a interação entre
profissionais e as redes sociais, no sentido da construção de
ações de saúde mais integrais. Para tanto, desenvolveu-se
uma pesquisa-ação, que constou de um mapeamento das
redes sociais e de ativação/mobilização das redes sociais,
através de reuniões e contatos pessoais. Constata-se que as
práticas de Educação Popular e Saúde são um terreno muito
fértil para o trabalho com as redes sociais. Por sua vez, a
noção de rede social pode contribuir para alargar as ações
de Educação Popular em Saúde, elucidando caminhos de
intervenção que possibilitem uma maior visibilidade prática
e teórica das redes sociais nessas ações, contribuindo para
dinamizar os serviços de atenção básica.

Texto completo:

PDF