ACOLHIMENTO COMO DISPOSITIVO DE HUMANIZAÇÃO: PERCEPÇÃO DO USUÁRIO E DO TRABALHADOR EM SAÚDE

Maria Lúcia Rodrigues Falk, João Werner Falk, Francisco Arsego de Oliveira, Marta Silvana da Motta

Resumo


Este estudo busca refletir sobre a interação, ou seja, um espaço de fala e escuta entre trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) aderiu à Política Nacional de Humanização (PNH) do Ministério da Saúde, priorizando quatro dispositivos, sendo um dos quais o acolhimento, que foi implantado em diferentes áreas da instituição. Na Unidade Básica de Saúde HCPA/Santa Cecília, foi implementado como uma das formas de qualificar o atendimento. Foram pesquisados 89 usuários da rede e 10 trabalhadores da equipe de enfermagem que atuam no acolhimento. Os instrumentos questionavam ao usuário e ao trabalhador quanto ao significado do acolhimento, o que consideravam mais importante e o que o usuário buscava no mesmo. As respostas foram agrupadas em tipologias como atenção, agilidade, resolutividade, pré-avaliação, encaminhamento a outros profissionais, orientações, consulta, medicação e escuta.

Palavras-chave


Humanização; Política Nacional de Humanização; Acolhimento

Texto completo:

PDF