DA SAÚDE PÚBLICA À ANTROPOLOGIA: (re)ligando os conhecimentos em torno das desigualdades sociais e de saúde

Tatiana Engel Gerhardt

Resumo


O artigo busca desenvolver uma reflexão teórico-metodológica sobre as relações entre desigualdades sociais e de saúde, o que, no espaço epistemológico das áreas do conhecimento aqui privilegiadas, vai da epidemiologia à antropologia, e, na ánalise dos fatos sociais, vai do individual ao coletivo. Dentro desta perspectiva, são aprofundados elementos de reflexão que recobrem as duas áreas de conhecimento acima citadas e, com esta posição abre perspectivas teóricas e metodológicas que vão além da abordagem paralela sobre o tema. O texto enfatiza a necessidade de aprofundar o debate a cerca da desigualdades sociais e suas relações, identificando as diversidades de situações de saúde a partir do conceito de situações de vida e de vulnerabilidade.


Palavras-chave


Desigualdade social, Desigualdades em saúde, Saúde Pública, Epidemiologia, Antropologia.

Texto completo:

PDF