A Educação em Saúde como aporte estratégico nas práticas de saúde voltadas ao HIV/AIDS e o papel da equipe de saúde neste processo.

Heloisa Helena da Silva Guedes, Auta Iselina Stephan-Souza

Resumo


Com o avanço no número de casos registrados de HIV/AIDS e as mudanças percebidas no perfil da população acometida, o educar em saúde torna-se ferramenta fundamental, permeando as práticas desenvolvidas pelos profissionais de saúde, um dos atores envolvidos no processo educativo do cuidado. O sentido de Educação em Saúde adotado neste trabalho pauta-se na perspectiva crítica do educar tendo em vista a maior abertura dos processos educativos orientados pela Educação Popular – para além da aquisição de informações –, preconizando o direito à saúde, o atendimento qualificado em HIV e a participação dos usuários enquanto sujeitos de direitos, com vistas a atender ao usuário de forma integral. O presente artigo tem por objetivo discutir perspectivas atuais sobre o emprego da Educação em Saúde como aporte estratégico nas práticas de saúde voltadas ao HIV/AIDS – dada às novas configurações que a mesma tem apresentado na realidade brasileira –, destacando o papel da equipe neste processo.

 


Palavras-chave


Educação em Saúde, práticas educativo-pedagógicas, cuidado integral, Equipe de Saúde, HIV/AIDS

Texto completo:

PDF