AVALIAÇÃO DOS EXAMES E ENCAMINHAMENTOS AGENDADOS E NÃO RETIRADOS NA UNIDADE DE SAÚDE DO SACO GRANDE - FLORIANÓPOLIS/SANTA CATARINA

Carolina Peruzzo, Flávia Henrique, Rafael Sebold, Thaise Alana Goronzi

Resumo


Esta pesquisa tem como objetivo a avaliação dos registrosde exames e encaminhamentos agendados e não retiradosna Unidade Local de Saúde do Saco Grande, Florianópolis,Santa Catarina. Esta avaliação pretende subsidiar asdiscussões do Conselho Local de Saúde do Saco Grande(CLSSG). O método utilizado foi análise documental, noperíodo de agosto de 2004 a abril de 2006, resultando em1161 registros. Em relação ao percentual de perda, verificaseque esta fica em torno de 5% a 10%, valor abaixo doesperado pelo CLSSG e Unidade de Saúde. O tempo médiode espera foi de 7,8 meses para encaminhamentos, demonstrandoa dificuldade de acesso da população à referência. Osprincipais locais de agendamento percentualmente foramclínicas localizadas no Bairro Centro com 75%, BairroEstreito 11% e Hospital Universitário 5%, sendo, em suamaioria, 80%, locais de fácil acesso à população. Estudaros fluxos de agendamento possibilitou superar equívocosquanto à percepção sobre a dimensão e as causas dos problemas,oferecendo um instrumento de monitoramentopara a Unidade de Saúde e o CLSSG.

Palavras-chave


Agendamento de consultas. Acesso aos Serviços de Saúde. Conselhos de Saúde.

Texto completo:

PDF