ALEITAMENTO MATERNO NO MUNICÍPIO DE ANÁPOLIS: SABERES E PRÁTICAS NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA.

Marluce Martins Machado da Silveira, NELSON BEZERRA BARBOSA

Resumo


A importância do aleitamento materno foi consagrada no século XX, representando a estratégia de maior impacto na diminuição da mortalidade infantil. A amamentação é uma  prática a ser aprendida e refletida, sendo parte fundamental da promoção da saúde, eixo norteador das políticas públicas em saúde, representada pela Estratégia Saúde da Família. À luz do conhecimento da importância das ações de educação em saúde, buscou-se, nesta pesquisa, identificar quais os conhecimentos e as práticas que os profissionais de saúde da Estratégia Saúde da Família de Anápolis detêm sobre o aleitamento materno e também quais as condições que facilitam ou dificultam as ações para a sua promoção nestas unidades. A pesquisa de natureza descritivo-analítica utilizou-se de metodologia quantitativa e qualitativa. Os resultados evidenciaram população de profissionais jovens, a maioria do sexo feminino, atuando na estratégia há menos de três anos. As práticas destes profissionais revelam que vivenciaram a amamentação, porém, o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses foi encontrado em pequena porcentagem destes profissionais. O Banco de Leite Humano é mais conhecido por sua função de processamento e distribuição do leite e pouco lembrado como unidade promotora do aleitamento materno a serviço da comunidade. O manejo da lactação é de conhecimento da grande maioria dos profissionais, contudo, ainda existe número significativo que não indica o aleitamento em livre demanda, o que pode acarretar prejuízo à amamentação. As unidades de saúde em geral possuem capacidade física para realizar ações educativas, porém necessitam de materiais educativos para essas ações. Concluímos que a promoção do aleitamento materno na Estratégia Saúde da Família tem sido realizada de forma assistemática e os profissionais necessitam de conhecimentos atualizados, portanto, de mais capacitações. Contudo, esta pesquisa demonstrou que o município conta com potencialidades e elementos fundamentais para a promoção do aleitamento materno. Uma boa cobertura da população com a Estratégia Saúde da Família e o Banco de Leite Humano Municipal estruturado, aliados a profissionais motivados e capacitados, certamente, tornarão estas ações eficazes e eficientes.


Palavras-chave


Aleitamento Materno, Estratégia Saúde da Família, Promoção da Saúde, Banco de Leite Humano, Políticas Públicas de Saúde.

Texto completo:

PDF